seta MONROY, D. Guterre de (?-1548)

Este fidalgo da Casa Real era filho de D. Afonso de Monroy, mestre da Ordem de Alcántara, em Castela, tendo passado a Portugal depois da guerra de 1475-79. Era irmão de D. Fernando de Monroy, que o acompanhou na sua viagem para o Oriente, em 1515, e que depois foi capitão da armada de 1524. D. Guterre era parente do governador da Índia Lopo Soares de Albergaria, uma vez que era casado com a sua sobrinha D. Mariana de Sousa, filha do meio-irmão do barão do Alvito, Fernão da Silveira. Em 1513, foi capitão de uma caravela na expedição a Azamor liderada pelo duque de Bragança. Em 1514, era fronteiro em Azamor. Em 1515, partiu para o Oriente como capitão da armada, tendo desempenhado o cargo de capitão de Goa até 1519, data em que regressou a Lisboa. Em 1519 foi processado pelo procurador da fazenda do rei por ter impedido Fernão de Alcáçova de desempenhar as suas funções como vedor da Índia, em consequência terá perdido parte do seu ordenado. Em 1532, recebeu carta de conselheiro. No ano seguinte, partiu para Marrocos, como capitão de Santa Cruz do Cabo de Gué, cargo que voltou a exercer entre 1538 e 1541, data em que foi feito cativo. Morreu em 1548. Pouco antes tinha-lhe sido atribuída por D. João III a comenda de S. Salvador de Ansiães na Ordem de Cristo, mas não chegou a tomar o hábito.

Bibliografia:
SMITH, Ronald Bishop, D. Guterre de Monroy, Lisboa, Tip. Silvas, 1990.

Autor: Teresa Lacerda


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir