Antropónimos seta PORRO, João Baptista (1574-1643)

Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou especialmente no Japão. Nasceu em Milão, por volta de 1574, e morreu no Japão, em data posterior a 1643. Era filho primogénito de Pompeio Porro e Lucrécia Gianona. Entrou na Companhia de Jesus a 8 de Maio de 1592. Estudou Filosofia, Teologia e Retórica antes de partir para a Índia em 1603. Em 1605 passou para o Japão. Desde essa data, e até Fevereiro de 1608, permaneceu em Arima, onde foi confessor do seminário e professor de latim dos dógicos. Foi a Macau para ser aprovado a ler Filosofia e Teologia, tendo como examinadores os padres António Rodrigues e Francisco Lopes, entre outros. Em 1609 foi para a residência de Osaka, desempenhando também a função de consultor do reitor do Miyako. A 11 de Dezembro de 1611 tornou-se professo de quatro votos em Miyako. Permaneceu no Japão após o édito de expulsão de 1614. No início de 1616 encontrava-se em Harima e em 1620 ocupava-se da cristandade de Chûgoku, sendo também consultor e admonitor de Francisco Pacheco, reitor do Miyako. Em 1634 assumiu o cargo de vice provincial, substituindo Sebastião Vieira. Em 1638 foi capturado pelas autoridades japonesa e apostatou, após ter sido submetido ao suplício da fossa. Morreu no cárcere, impossibilitado de voltar a comunicar com os jesuítas ou com os europeus em geral.

Bibliografia:
Monumenta Historica Japoniae, dir. de Josef Franz Schütte S. J., Roma, Institutum Historicum Societatis Iesu, 1975. COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado).

Autor: Helena Rodrigues


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir