Antropónimos seta GNECCHI-SOLDO, Organtino (1530-1609)

Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou especialmente no Japão. Nasceu em Casto di Valsabbia, Brescia, por volta de 1530, e faleceu em Nagasáqui, a 22 de Abril de 1609. Foi admitido na Companhia em Ferrara, em Dezembro de 1556, quando já era sacerdote. Partiu para a Índia a 18 de Março de 1567, a bordo da Anunciada. Na Índia tornou-se professo de 3 votos, em 30 de Novembro de 1568. Chegou ao Japão a 18 Junho de 1570. Trabalhou na região de Miyako entre 1570 e 1588, e regressou para aí em 1590. Tornou-se professo de 4 votos, em Ôsaka, a 31 de Maio de 1591. Teve que deixar o Miyako em 1596. No ano seguinte foi conselheiro do vice-provincial Pedro Gomes. Regressou desgostoso a Kyûshû depois de ter estado 20 anos quase ininterruptamente no centro do império. A 24 de Outubro de 1598 manifestou o desejo de regressar ao Miyako, o que lhe foi satisfeito pouco depois por Alexandre Valignano. Em 1606 regressou definitivamente a Nagasáqui, onde faleceu, aos 79 anos.

Bibliografia:
COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado).

Autor: Helena Rodrigues


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir