Antropónimos seta SOUSA, D. Luís de

11º governador-geral do Brasil.

D. Luís de Sousa de Almeida, 2º conde do Prado, 5º senhor de Beringel, era filho de D. Luís de Sousa, que serviu na Índia e em África, e de D. Joana de Sousa. O seu tio, Francisco de Sousa, governou o Brasil por duas vezes.

O conde do Prado foi alcaide-mor de Beja, comendador de Nossa Senhora da Purificação na Ordem de Cristo. Serviu na Flandres, na armada, foi governador do Algarve e presidente do Senado da Câmara de Lisboa.

Tomou posse do governo do Brasil, a 1 de Janeiro de 1617, em Pernambuco. No ano seguinte, transferiu-se para a cidade de Salvador, em consequência das determinações régias que mandavam que os governadores residissem na Baía, onde esteve até 1621.

Durante o seu governo fez-se uma expedição às minas do Caramuru. Tal como o seu tio, D. Luís de Sousa interessava-se pela exploração do interior do Brasil, mas também estendeu o domínio no Norte da faixa costeira. Se no Sul, a organização de bandeiras davam a conhecer melhor o interior, a Norte, conquistaram-se novas posições no litoral, onde se erigiram fortes e fundaram novas povoações. Em todas as capitanias temia-se alguma invasão estrangeira.

O Rio de Janeiro conheceu um grande desenvolvimento económico sob o governo de Constantino Menelau, que também reforçou a defesa da cidade. A Sul do Rio distribuíram-se novas e grandes sesmarias.

Este governador defendia a integração dos indígenas e fomentou as uniões entre os colonos e índias.

Casou com D. Mariana de Gusmão, filha dos 4ºs condes de Medelin, senhores de Peñaranda.

Morreu em Janeiro de 1643, sem descendência.

Bibliografia:
CAMPO BELO, Conde de, Governadores Gerais e Vice-Reis do Brasil, Lisboa, Agência Geral das Colónias, 1935; Nova história da expansão portuguesa, dir. Joel Serrão e A. H. Oliveira Marques; vol.VI, O império luso-brasileiro:1520-1620, coord. Harold Jonhson e Maria Beatriz Nizza da Silva, Lisboa, Estampa, 1992; VARNHAGEN, Francisco Adolfo de, História Geral do Brasil: antes da sua separação e independência de Portugal, São Paulo, Ed. Melhoramentos, 4ªed., 1948, ZÚQUETE, Afonso Eduardo Martins, Nobreza de Portugal e do Brasil, Lisboa, ed. Enciclopédia, 1960-1989.

Autor: Rita Domingues


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir