Antropónimos seta JIÃO Mori (1563-?)

Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou no Japão. Nasceu em Tsunokuni, por volta de 1563. Também conhecido como Jião do Cami ou Jião Tsunokuni. Foi admitido na Companhia em 1581. Pregador afamado, foi um dos irmãos japoneses que participaram na consulta de 1590. Trabalhou muito tempo no centro do país, pois em 1592 e 1603 estava na casa reitoral de Miyako, em 1606 em Kanazawa e em Fevereiro de 1607 de novo em Miyako; depois, em Outubro desse ano, já estava em Nagasáqui. Foi demitido em 1609 ou 1610; as razões da sua saída estariam ligadas a alguma insatisfação com a sua situação no seio da Companhia pois pedira ao dáimio de Arima que pressionasse os Jesuítas para o fazerem sacerdote.

Bibliografia:
COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado).

Autor: Helena Rodrigues


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir