Antropónimos seta TOMÉ Tsuji (1571-1627)

Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou especialmente no Japão. Nasceu em Sonogi, em Ômura, por volta de 1571, e faleceu em Nishizaka, em Setembro de 1627. Entrou para o seminário em 1585, e foi admitido na Companhia em Janeiro de 1589. Esteve muitos anos em Nagasáqui, como pregador mas em Fevereiro de 1613, já ordenado sacerdote, confessava em Hakata. Partiu para o exílio em Macau, em Novembro de 1614. Regressou ao Japão, em Agosto de 1618, e nos anos seguintes trabalhou na região do Shimo, tendo saído da Companhia em data incerta. Mateus de Couros refere-o numa carta de 15 de Setembro de 1619, mas já não é incluido nos catálogos de 1620. Foi capturado em 22 de Julho de 1627 e readmitido na Companhia, antes de ser queimado vivo, em Nishizaka.

Bibliografia:
COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado). Monumenta Historica Japoniae, dir. de Josef Franz Schütte S. J., Roma, Institutum Historicum Societatis Iesu, 1975.

Autor: Helena Rodrigues


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir