Antropónimos seta SOUTHWELL, Sir Robert (1635-1702)

Robert Southwell nasceu a 31 de Dezembro de 1635 perto de Kinsale, Irlanda. Filho e herdeiro do escudeiro Robert Southwell e de Helena, única filha e herdeira do comandante Robert Gore de Sheraton. Em 1664 casou com Elizabeth, filha mais velha de Sir Edward Dering de Surrenden-Dering, de quem teve seis filhos, dos quais se destacou Edward (1671-1730), que seguiu as pisadas do pai como secretário do Conselho Privado do rei, vice-almirante das províncias de Munster e secretário de Estado da Irlanda, entre outros cargos proeminentes.

Southwell foi para Inglaterra em 1650, onde frequentou o Queens’s College em Oxford entre 1653-55, ano em que concluiu o grau de bacharelato em Linconl’s Inn, onde havia entrado em 1654. Duas décadas mais tarde, em 1677, a Universidade de Oxford conferiu-lhe o grau honorário de doutor em direito civil. Em Setembro de 1664 foi nomeado como um dos secretários do Conselho Privado do rei, lugar que ocupou até 1679. Em 1665 foi feito cavaleiro e assumiu o lugar de substituto do vice-almirante das províncias de Munster, sendo que doze anos depois ocupou o lugar do seu pai no vice-almirantado.

Entre 1665-66, foi a Lisboa como enviado do rei, papel que desempenhou novamente nos anos de 1666 a 1668. Nesta segunda missão, que realizou com outros representantes britânicos, como o conde de Sandwich, o grande objectivo visava chegar a um entendimento de pazes entre o Reino português e a monarquia hispânica. As negociações para este acordo, foram longas e duras e arrastaram-se durante vários meses, tendo sido apenas concluídas em 1668. Nesse mesmo ano, Southwell deslocou-se a Lisboa como embaixador, com a missão de tratar do embarque dos soldados britânicos para Inglaterra e de acordar um tratado de comércio com Portugal.

Três anos mais tarde desempenhou o cargo de enviado extraordinário em Bruxelas, onde terá permanecido cerca de um ano. Em 1673 passou a ser membro do Parlamento britânico, cargo que desempenhou durante doze anos. No início de 1680, foi de novo nomeado como enviado extraordinário, agora no Eleitor de Brandeburgo, num contexto de procura de alianças defensivas contra o reino francês. Por aquela altura retirou-se da vida política, voltando em 1689 após a Glorious Revolution do ano anterior, como membro da comissão fiscal, lugar que ocupou até 1697. Em 1690 tinha assumido, o cargo de principal secretário de Estado da Irlanda, posição que manteve até à data da sua morte, a 11 de Setembro de 1702.

Bibliografia:
PRESTAGE, Edgar, As Relações Diplomáticas de Portugal com a França, Inglaterra e Holanda de 1640 a 1668, Coimbra, Impr. da Universidade, 1928. STEPHEN, Leslie, LEE, Sidney (eds.), The Dictionary of National Biography, vol. XVIII, Oxford, University Press, 1998, pp. 707-710.

Autor: Pedro Nobre


  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir