Bibliografias seta CARREIRA, António (1905-1988)

1988
"Achegas para a História das Ilhas de Cabo Verde (Séculos XVI-XVII)", in Estudos e Ensaios em Homenagem a Vitorino Magalhães Godinho, Lisboa, Sá da Costa, pp. 133-146.

1987
“A Capitania das Ilhas de Cabo Verde (Organização civil, eclesiástica e militar, séculos XVI-XIX - Subsídios)” in Revista de História Económica e Social, n.º 19, Lisboa, pp. 33-76.

1986
João da Silva Feijó, Ensaio e memórias económicas sobre as ilhas de Cabo Verde (século XVIII) (apresentação e comentário de António Carreira), Lisboa, [s. n.], Praia, Instituto Cabo-verdiano do livro.

“O milho zaburro e o milho maçaroca na Guiné e Ilhas de Cabo Verde” (co-autoria de A. Teixeira da Mota) in Revista de História Económica e Social, n.º 17, Lisboa, pp. 5-20.

1985
“Conflitos Sociais em Cabo Verde no Século XVIII” in Revista de História Económica e Social, n.º 16, Lisboa, pp. 63-88.

Demografia cabo-verdiana: subsídios para o seu estudo, 1807, Praia, Instituto Cabo-verdiano do Livro.

Notícia corográfica e cronológica do bispado de Cabo Verde desde o seu princípio até ao estado presente (apresentação, notas e comentários de António Carreira), Lisboa, Instituto Cabo-verdiano do Livro.

1984
Os Portugueses nos rios de Guiné: 1500-1900, Lisboa, [s. n.].

"O Primeiro Censo de População das Ilhas de Cabo Verde (1731)" in Revista de História Económia e Social, n.º 13, Lisboa, pp. 51-66.

1983
“A Companhia de Pernambuco e Paraíba. Alguns subsídios para o estudo da sua acção” in Revista de História Económica e Social, n.º 11, Lisboa, pp. 55-88.

Documentos para a História das Ilhas de Cabo Verde e «Rios de Guiné» (Séculos XVII e XVIII), Lisboa, edição do autor.

1982
“Cabo Verde – movimento marítimo e comercial nas ilhas de Boa Vista, Fogo e Maio (séculos XVIII-XIX)” in Revista de História Económica e Social, n.º 10, Lisboa, pp.71-85.

O Crioulo de Cabo Verde: surto e expansão, Lisboa, [s. n.] (2ª edição: Lisboa, [s. n.], 1983).

Estudos de Economia Cabo-verdiana, Lisboa, INCM.

1979
Tráfico português de escravos, Lisboa, Junta de Investigação Científica do Ultramar.

1978
Notas sobre o tráfico português de escravos, Lisboa, Universidade Nova de Lisboa (2ª edição revista: Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 1983).

“Tratos e Resgates dos Portugueses nos Rios de Guiné e Ilhas de Cabo Verde nos começos do século XVII” in Revista de História Económica e Social, n.º 2, Lisboa, pp. 91-103.

1977
Angola - da escravatura ao trabalho livre: subsídios para a história demográfica do século XVI até à independência, Lisboa, Arcádia.

Cabo Verde, classes sociais, estrutura familiar, migrações, Lisboa, Ulmeiro.

Migrações nas Ilhas de Cabo Verde, Lisboa, Universidade Nova de Lisboa (2ª edição: Praia, Instituto Cabo-Verdiano do Livro, 1983; edição em inglês: The People of the Cape Verde Islands. Exploitation and Emigration, Londres, C. Hurst, Conneticut, Archon Books, 1982).

1972
“Alguns aspectos da administração pública em Cabo Verde no século XVIII” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 105, Bissau, Centro de Estudos da Guiné Portuguesa, pp. 121-203 (e separata).

Cabo Verde – Formação e Extinção de uma Sociedade Escravocrata, 1460-1878, Lisboa, Centro de Estudos da Guiné Portuguesa (2ª edição: Lisboa / Praia, Instituto Cabo-Verdiano do Livro, 1983; 3ª edição: Praia, Instituto de Promoção Cultural, 2000).

1971
“A baga-baga” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, Bissau, pp. 549-571 (e separata).

“A Ilha de Maio” in Revista do Centro de Estudos Demográficos, n.º 20, Lisboa, Instituto Nacional de Estatística, pp. 31-73 (e separata).

“A Ilha de Maio. Demografia e problemas sociais e económicos” in Revista do Centro de Estudos Demográficos, n.º 19, Lisboa, Instituto Nacional de Estatística, pp. 33-63.

1970
“A Ilha de Maio. Alguns aspectos sociais e demográficos” in Revista do Centro de Estudos Demográficos, n.º 18, Lisboa, Instituto Nacional de Estatística, pp. 145-147.

1969
As Companhias Pombalinas de Grão-Pará e Maranhão e Pernambuco e Parnaíba, Porto, Imprensa Portuguesa (2ª edição: Porto, Editorial Presença, 1983).

“A Evolução Demográfica de Cabo Verde”, separata do Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 94, Bissau, Centro de Estudos da Guiné Portuguesa.

Panaria Cabo-verdiana-guineense (aspectos históricos e sócio-económicos), Porto, Imprensa Portuguesa (2ª edição: Lisboa / Praia, Instituto Cabo-verdiano do Livro, 1983).

1967
“Cabo Verde e Guiné e a Companhia do Grão-Pará e Maranhão” in Boletim Cultural de Guiné Portuguesa, n.º 87-88, Porto, Imprensa Portuguesa, pp. 309-324 (e separata).

1966
Antroponímia da Guiné Portuguesa (co-autoria de Fernando Quintino), 2 volumes, Lisboa, Junta de Investigações do Ultramar.

“Aspectos históricos da evolução do Islamismo na Guiné Portuguesa (achegas para o seu estudo)” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 84, Bissau Porto : Impr. Portuguesa, pp. 405-455 (e separata).

“Crises em Cabo Verde nos séculos XVI e XVII” in Geographica. Revista da Sociedade de Geografia de Lisboa, n.º 6, Lisboa, pp. 35-46.

1964
“Aspectos da influência da cultura portuguesa na área compreendida entre o Rio Senegal e o norte da Serra Leoa” in Boletim Cultural da Guiné portuguesa, n.º 76, Bissau, [s. n.] Porto, Imprensa Portuguesa, pp. 373-416 (e separata; também publicado como separata de Actas do Congresso Internacional de Etnografia, n.º 4, Lisboa, Junta de Investigações do Ultramar, 1965).

1963
“Alguns aspectos da influência da língua mandinga na Pajadinca” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 18, Bissau, pp. 345-383 (e separata).

1961
“Guiné Portuguesa «Região dos Manjacos e dos Brames»”, separata do Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 15, Bissau.

“Organização social e económica dos povos da Guiné Portuguesa” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 16, Bissau, pp. 641-736 (e separata).

“Símbolos ritualistas e rituatismos ânimo-feiticistas na Guiné Portuguesa” in Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, n.º 16, Bissau, pp. 505-539 (e separata).

1947
Subsídios para o estudo da língua manjaca (co-autoria de João Basso Marques), Lisboa, Sociedade Industrial de Tipografia).



  Enviar a um amigo Enviar a um amigo Imprimir Imprimir