Antropónimos seta SILVA, Aires Gomes da

Em 1500, partiu para o Oriente na armada de Pedro Álvares Cabral. Sobre este fidalgo da Casa Real desconhece-se qualquer referência sobre o seu percurso antes de embarcar para a Índia. O facto de ter morrido no decurso da viagem, antes mesmo de ter chegado ao Índico, abrevia a sua biografia. No entanto, é possível traçar o seu perfil social através da sua genealogia. Aires Gomes era filho de Pedro da Silva, segundo filho bastardo de João Gomes da Silva, mais tarde legitimado, letrado em Direito, e de D. Isabel Paes, filha do Gonçalo Paes, cantor de D. Afonso V. O avô deste capitão foi alcaide-mor de Montemor-o-Velho e senhor de Vagos. A família de Aires Gomes da Silva tinha ligações familiares com o 1.º conde de Cantanhede, com a condessa de Borba, com o 1.º conde de Olivença, com D. Álvaro de Bragança, irmão do 3.º duque de Bragança e um dos investidores da armada cabralina, com o conde de Tarouca e com o 1.º visconde de Vila Nova de Cerveira. Em termos de ligações familiares a figuras do Oriente assinala-se que uma das suas primas co-irmãs casou com Fernão de Albuquerque, irmão do futuro Leão dos Mares e, mais relevante, que a sua prima como sobrinha, D. Guiomar da Silva, casou com Sancho de Tovar sota-capitão da armada de 1500.

Bibliografia:
SILVA, Teresa Marques da, “O capitão Aires Gomes da Silva” in Descobridores do Brasil – Exploradores do Atlântico e Construtores do Estado da Índia, João Paulo Oliveira e Costa (coord.), Lisboa, SHIP, 2000, pp. 111-121.

Autor:Teresa Lacerda