Bibliografias seta ANDRADE, António Alberto de

1985
Obras
Elogio do Prof. Doutor Manuel Flores de Almeida, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1985.

O naturalista José Anchieta, col. Estudos de História e Cartografia Antiga. Memórias, nº 24, Lisboa, Instituto de Investigação Científica Tropical – Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga, 1985. 2ª edição: prefácio de Luís de Albuquerque, Lisboa, publicações Alfa, 1989.

Gaspar Correia, o 1º historiador português do Oriente, Lisboa, Instituto de Investigação Científica Tropical – Centro de Estudos de História e Cartografia Antiga, 1985.

1984
Artigos
“A filosofia dos tempos modernos em aulas portuguesas e brasileiras das décadas de 60 do séc. XVIII”, Revista da Universidade de Coimbra, nº 31, Coimbra, Oficina Coimbra Editora, 1984.

Obras
Festas e feiras em Montemor-o-Novo, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1984.

1983
Artigos
“Vinhos do Alentejo”, O vinho na história portuguesa - séc. XIII-XIX, Porto, Fundação Eng. António de Almeida, 1983, Academia Portuguesa da História, 1983.

Obras
A história e a lenda nos painéis de azulejo do salão nobre dos paços do concelho de Montemor-O-Novo, col. Cadernos de história de Montemor-O-Novo, nº 12, Montemor-O-Novo, Grupo dos Amigos, 1983.

A reforma pombalina dos estudos secundários no Arquipélago dos Açores, la fase, 159-71, Ponta Delgada, Universidade dos Açores, 1983.

Dicionário de História da Igreja em Portugal, Lisboa, Editorial Resistência, 1983.

1982
Artigos
“Antecedentes da travessia de África”, Anais da Academia Portuguesa História, 2a série, nº 27, Lisboa, Junta de Investigação Científica do Ultramar, Academia Portuguesa de História, 1982.

Analíticos
“Colegiadas: sua função, especialmente a do ensino”, Actas do Congresso Histórico de Guimarães e sua Colegiada, nº 5, Guimarães, Braga, Barbosa & Xavier, 1982.

“Francisco Álvares e o êxito europeu da verdadeira informação sobre a Etiópia”, Presença de Portugal no Mundo, actas do IV Colóquio, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1982. 2ª edição: Francisco Álvares e o êxito europeu da verdadeira informação sobre a Etiópia, Lisboa, Junta de Investigação Científica do Ultramar, 1983.

Obras
Antecedentes da travessia de África, col. Centro de Estudos de Cartografia Antiga, Lisboa, Junta de Investigações Científicas do Ultramar, 1982.

Contributos para a História da Mentalidade Pedagógica Portuguesa, Lisboa, Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1982.

Contribuições
ALCANTARA, Marco Aurélio de, ANDRADE, António Alberto Banha de, Iconografia de Pernambuco. Material cartográfico: cartas; fortificações; aspectos urbanos, ed. Edson Nery da Fonseca, Recife, Pool Editorial, 1982.

1981
Teses
“A pedagogia dos Oratorianos e a didáctica da instrução de base”, Prova complementar para doutoramento em História, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 1981.

“A reforma pombalina dos estudos secundários 1759-1771: contribuição para a história da pedagogia em Portugal”, col. Acta Universitatis Conimbrigensis, Coimbra, Coimbra Editora, 1981.

Reedição: A reforma Pombalina dos estudos secundários (1759-1771), col. Acta Universitatis Conimbrigensis, Coimbra, Universidade de Coimbra, 1981.

1980
Contribuições
ANDRADE, Maria Francisca de Oliveira, ANDRADE, António Alberto Banha de, Subsídios para a história da aula de árabe no Convento das Terceiras de S. Francisco, Coimbra, Tipografia Coimbra Editora, 1980.

Obras
João de Barros, historiador do pensamento humanista português de quinhentos, col. Subsídios para a História Portuguesa, nº 17, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1980.

Verney e a projecção da sua obra, col. Biblioteca breve. Pensamento e ciência, nº 49, Lisboa, Instituto da Cultura Portuguesa, 1980.

Subsídios para a história da arte no Alentejo, col. Cadernos de história de Montemor-o-Novo, nº 10, Lisboa, Grupo de Amigos de Montemor-o-Novo, Academia Portuguesa da História, 1980. 2ª edição: 1981.

1979
Artigos
“Jornalismo cultural de tempos antigos”, História, nº 8, Lisboa, Abril 1979, pp. 28-30.

Obras
Conspecto sócio-económico de uma vila alentejana da Renascença, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1979.

Montemor-o-Novo, vila regalenga: ensaio de história da administração local, col. Cadernos de história de Montemor-o-Novo; 2, 8, 9, Lisboa, Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo, 1976. 2ª edição: 1979.

1978
Artigos
Ecos da Lase. LASE: Liga dos Antigos Seminaristas de Évora, dir. António Banha de Andrade, A.1, no1, Évora, L.A.S.E., Outubro, 1978.

"Exemplo da influência de Herculano na historiografia regionalista: os estudos históricos, jurídicos e económicos sobre o município de Montemor-o-Novo”, A Historiografia Portuguesa de Herculano a 1950, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1978.

Obras
A monografia de Montemor-o-Novo do PP. Lamego da Maia, Brito Correia e Dr. J. Manuel Álvares, col. Cadernos da História de Montemor-o-Novo, nº 6, Lisboa, Grupo de Amigos de Montemor-o-Novo, Academia Portuguesa da História, 1978.

Roteiro do Arquivo Histórico da Misericórdia de Montemor-o-Novo (A. H. M. M. N.), com a história da fundação e primeiros anos da Santa Casa, Coimbra, Instituto de História Económica e Social, 1978. 2ª edição: 1979.

S. João de Deus na sua terra natal: do nascimento até à actualidade, col. Cadernos de História de Montemor-o-Novo, nº 5 Évora, Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo e de “A Defesa”, 1978.

1977
Artigos
“Gaspar Correia: inédito”, Revista da Universidade de Coimbra, nº 26, Lisboa, Junta de Investigações Científicas do Ultramar, Centro de Estudos de Cartografia Antiga. Secção de Lisboa, 1977.

“A reforma pombalina dos estudos menores em Portugal e no Brasil: linhas gerais de um livro que importa escrever”, sep. Revista de História, nº 112, São Paulo, 1977, pp. 459-498.

2ª edição: (obra) A reforma pombalina dos estudos secundários no Brasil, São Paulo-Universidade, Saraiva-Livreiros Editores, 1978.

Obras
Breve história das ruínas do antigo burgo e concelho de Montemor-o-Novo, col. Cadernos de história de Montemor-o-Novo, nº 3, Évora, Grupo de Amigos de Montemor-o-Novo e de A Defesa, 1977.

Judeus em Montemor-o-Novo, col. Cadernos de história de Montemor-o-Novo, nº 4, Lisboa, Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo, Academia Portuguesa de História, 1977.

1976
Obras
Roteiro provisório do Arquivo Histórico da Câmara de Montemor-o-Novo, col. Cadernos de história de Montemor-o-Novo, nº 1, Lisboa, Grupo dos Amigos de Montemor-o-Novo, 1976.

2ª edição: idem, Montemor-o-Novo, Grupo de Amigos de Montemor-o-Novo, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1984.

1975
Analíticos
“Arquivos municipais”, sep. Actas do Colóquio: Papel das áreas regionais na formação histórica de Portugal, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1975.

“Montemor-o-Novo, vila regalenga”, sep. Actas do Colóquio: Papel das áreas regionais na formação histórica de Portugal, Lisboa, Academia Portuguesa da História, 1975. 2ª edição: 1976.

Obras
Balanço da colonização portuguesa, Banha de ANDRADE et al., Lisboa, Iniciativas Editoriais, 1975.

1974
Obras
História de um fidalgo quinhentista português, Tristão da Cunha, Lisboa, Faculdade de Letras, Instituto de História Infante Dom Henrique, 1974.

1973
Artigos
“Primórdios da colonização portuguesa no Brasil”, Ultramar, vol. I, Lisboa, 1973.

Contribuições
Monarquia lusitana,... Frei Bernardo de Brito… et al., introd. de A. da Silva Rego; notas de A. A. Banha de Andrade...et al., Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1973-1988. 2ª edição: reimpressão da edição fac-similada de 1973, Lisboa, Imprensa Nacional Casa da Moeda, 2004.

1972
Artigos
“O Auto Notarial de Valentim Fernandes (1503) e o seu significado como fonte histórica”, Arquivos do Centro Cultural Português, nº 5, Paris, Fundação Calouste Gulbenkian, 1972.

Obras
Mundos novos do mundo: panorama da difusão, pela Europa, de notícias dos descobrimentos geográficos portugueses, Lisboa, Junta de Investigações do Ultramar, 1972.

1971
Artigos
“As incorrecções da carta de Pêro Vaz de Caminha”, Studia nº 30-31, Lisboa, Centro Estudos Históricos Ultramarinos, 1971.

“Drogas do Oriente”, Arquivos do Centro Cultural Português, nº 3, Paris, Fundação Calouste Gulbenkian, 1971.

“O regimento do fundador de Benguela (1615) e o sentido humano e científico dessa Conquista”, Studia, nº 33, Lisboa, Centro de Estudos Históricos Ultramarinos, Dezembro, 1971.

1970
Artigos
“Bernardino Álvares de Andrade, um guineense esquecido”, Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, A. 25, Bissau, 1970.

1969
Artigos
“Itinerário antropológico da filosofia portuguesa: (século XIII-XVIII)”, Revista Portuguesa de Filosofia, nº 25, Braga, Faculdade de Filosofia 1969.

Obras
Processo pombalino contra os Oratorianos, Paris, Fundação Calouste Gulbenkian, 1969.

1968
Obras
História breve da Guiné portuguesa, Lisboa, Tipografia Silvas, 1968.

1967
Artigos
“Diogo de Contreiras, mestre Coimbrão”, Revista Portuguesa de Filosofia, tomo 23, nº 1, Braga, Faculdade de Filosofia, 1967.

1966
Artigos
“Para a história do ensino da filosofia em Portugal: o "Elenchus quaestionum" de 1754”, Revista Portuguesa de Filosofia, 22-3, Braga, Faculdade de Filosofia, 1966.

“Perspectiva histórica de Timor”, sep. Províncias Portuguesas do Oriente - Curso de extensão universitária, ano lectivo 1966-67, Junta de Investigações do Ultramar, 1966.

Obras
O filósofo nortenho Manuel Álvares, Porto, Câmara Municipal, 1966.

Contribuições
O mundo em que vivemos, CARVALHO, Olga Alves Simões de, co-autor; ANDRADE, António Alberto Banha de, co-autor, et al, col. Verbo juvenil, Lisboa, Verbo, 1966. 2ª edição: 1969; 3ª edição: 1970; 4ª edição: 1974 e 5ª edição: 1975.

1965
Artigos
“Antologia do pensamento politico português: século XVI”, pref. Adriano MOREIRA, Estudos Políticos e Sociais, vol. 3, nº 2/3, Lisboa, Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina, 1965.

Analíticos
“Contribuição dos oratorianos portugueses para a formação do Brasil”, Actas do V Colóquio Internacional de Estudos Luso-Brasileiros, Coimbra, Comissão Organizadora do Colóquio, 1965, pp. 165-191. 2ª edição: Contribuição dos oratorianos portugueses para a formação do Brasil, Coimbra, Oficina Gráfica de Coimbra, 1965.

Obras
Verney e a Cultura do seu Tempo, Coimbra, Universidade de Coimbra, 1965. 2ª edição: 1966.

Contribuições
VERNEI, Luís António, Verdadeiro método de estudar, selecção, introd., notas de António Alberto de ANDRADE, Lisboa, Verbo, 1965.

1964
Artigos
“Conspecto da história cultural lisboeta: 1ª metade do século XVIII”, Revista municipal, nº 100, Lisboa, 1964, pp.6-14.

1962
Artigos
“Um caso típico da filosofia política da história portuguesa”, Studia, nº 9, Lisboa, Centro de Estudos Históricos Ultramarinos, 1962.

1961
Artigos
“Edições clandestinas do verdadeiro método de estudar e folhetos da polémica”, Filosofia, s/nº, Lisboa, 1961.

1960
Artigos
“A experiência, madre da filosofia”, Filosofia, nº 8 Lisboa, 1960.

“A filosofia na Universidade de Évora durante a última década da sua existência”, Filosofia, nº 6, Lisboa, 1960.

1959
Artigos
“São Tomás de Aquino no período áureo da filosofia portuguesa”, Filosofia nº 5, Lisboa, 1959.

“Vernei na Universidade Eborense”, A cidade de Évora, A.16, vol.16, nº 41-42, Évora., Jan./Dez., 1959, pp. 73-90.

Obras
Filosofia em Braga, no princípio da segunda metade do século XVIII, Braga, 1959.

1958
Artigos
“Filósofos portugueses do século XVIII”, Filosofia nº 4, Lisboa, 1958.

Obras
Fundação do Hospital Militar de S. João de Deus, em Moçambique, Lisboa, Agência Geral do Ultramar, 1958.

1957
Artigos
“Filósofos portugueses do século XVIII: Martinho de Mendonça de Pina e Proença Homem”, sep. Filosofia, nº 4, Lisboa, 1957.

“Teses fundamentais da psicologia dos conimbricenses”, Filosofia, Lisboa, 1957.

Contribuições
GÓIS, Pe Manuel de, Curso conimbricense: moral a Nicómaco, de Aristóteles, introd., estabelecimento do texto e tradução de António Alberto Banha de ANDRADE, Lisboa, Instituto de Alta Cultura, 1957.

1955
Artigos
“Escolástica”, sep. Filosofia, nº 2, Lisboa, 1955.

“Vernei, Arcediago da 6ª Cadeira da Sé de Évora”, A cidade de Évora., A.11, vol.11, nº 35-36, Évora, Jan./Dez.1954, pp. 41-48.

Obras
Relações de Moçambique setecentista, Lisboa, Agência Geral das Colónias, 1955. 2ª edição: idem, Lisboa, Agência Geral do Ultramar, 1985.

1954
Revistas
Revista Filosofia do Centro de Estudos Escolásticos, A. 1, nº 1 (Abril 1954) - A. 8, nº 32 (Outubro 1961), dir. ANDRADE, António Alberto de, SARAIVA, Maria Manuela, ed. GONÇALVES, António Manuel, Lisboa, União Gráfica, 1954-1962.

1953
Artigos
“A política portuguesa em África no século XVIII”, sep. Revista do Gabinete de Estudos Ultramarinos, 9-10, Lisboa, 1953.

Obras
Luís António Vernei, Bastorá, Tipografia Rangel, 1953.

Many races, one nation: the traditional anti-racialism of Portugal's civilizing methods, Lisbon, Agência-Geral do Ultramar 1954; 2ª edição: Muitas raças, uma nação, il. Nuno Sampaio, Lisboa, Campanha Nacional de Educação de Adultos, 1955; 3ª edição: 1956, (versão inglesa); 4ª edição: 1961, (versão inglesa); 5ª edição: Muitas raças, uma só nação: esboço da teoria do humanismo português (nova ed. remodelada), Lisboa, Agência-Geral do Ultramar, 1968; 6ª edição: Many races but a sole nation (new ed. revised), Lisboa, Agência Geral do Ultramar, 1969; 7ª edição: Muitas raças uma nação, col. Educativa Série H, nº 6, Lisboa, Dir. Geral da Educação Permanente, 1973; O tradicional anti-racismo da acção civilizadora dos portugueses, Lisboa, Agência Geral do Ultramar, 1953.

1950
Artigos
“Descartes em Portugal nos séculos XVII e XVIII”, sep. Brotéria, vol. 51, fasc. 5, Novembro, Lisboa, Tipografia Porto-Médico, 1950.

“Manuel de Azevedo Fortes, primeiro sequaz, por escrito, das teses fundamentais cartesianas em Portugal”, sep. Ciências Filosóficas e Teológicas, 6ª secção, nº 7, Lisboa, Associação Portuguesa para o Progresso das Ciências, 1950.

1949
Artigos
“Bibliografia da polémica verneiana: livros portugueses e espanhóis”, sep. Brotéria, nº 49, Lisboa, 1949.

1946
Obras
Vernei e a filosofia portuguesa: no 2º centenário do aparecimento do verdadeiro método de estudar, Braga, Livraria Cruz, 1946.

2ª edição: Verney e a filosofia portuguesa, col. Critério. Filosofia, Braga, Livraria Cruz, 1947.

1938
Contribuições
ALCAÑIZ, Florentino e CABRERA, D. Manuel, Ao jacista!, trad. António Alberto Banha de ANDRADE, Leiria, Gráfica, 1938. 2ª edição: Ao jacista!, Lisboa, J.E.C., 1940.