Antropónimos seta FERNANDES, Bento (1579-1633)

Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou especialmente no Japão. Nasceu em Borba, em 1579, e faleceu no Japão, a 2 de Outubro de 1633. Era filho de Miguel Fernandes e de Isabel Afonso. Entrou para o noviciado da Companhia de Jesus em Évora, em Março ou Abril de 1596. Teve como companheiro Mateus de Couros, que reencontraria depois no Japão.Continuou depois os estudos em Humanidades e Filosofia. Partiu para a Índia, a 25 de Março de 1602. Começou por estudar Teologia em Goa mas foi depois para Macau, onde foi aprovado para ler Filosofia e Teologia. Provavelmente foi ordenado sacerdote antes de sair de Goa ou logo após a sua chegada a Macau. Quando chegou ao Japão, em 1605, foi para Arima, onde estudou a língua japonesa. Em Outubro de 1607 encontrava-se na zona de Miyako e aí testemunhou, em 10 de Dezembro de 1611 a doação feita por João Baptista Porro de todos os seus bens à Província do Japão. Em finais de 1613 partiu para Nagasáqui, onde professou os 4 votos, a 1 de Janeiro de 1614. Permaneceu no Japão em Novembro de 1614. Estava em Ôsaka, aquando da morte de Toyotomi Hideyori, para onde foi levado ardilosamente. Trabalhou depois em Iga, em 1617 em Quioto e em 1619 em Edo (Tóquio). Foi depois enviado para Nagasáqui, onde já estava a 7 de Março de 1623, pois foi um dos religiosos que rubricaram o manifesto contra as calúnias dos frades. A partir desta altura trabalhou sempre na região de Nagasáqui, sendo também consultor de Fancisco Pacheco. Foi capturado a 30 de Julho de 1633 em Nagato e levado depois para Nagasáqui, onde foi martirizado a 2 de Outubro. Na clandestinidade tomou os nomes japoneses de Sukenojo e de Seiyemon. Foi autor de um tratado dos mártires, datado de 1622.

Bibliografia:
COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado). Diego Yuuki S.J., Bento Fernandes, Japão (1579-1633). De Borba, Alentejo, à colina de Nishizaka em Nagasaki. Biografia e Cartas do P.e Bento Fernandes S.J., Macau, Comissão Territorial para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1997. Monumenta Historica Japoniae, dir. de Josef Franz Schütte S. J., Roma, Institutum Historicum Societatis Iesu, 1975.

Autor: Helena Rodrigues